Fetquim faz força-tarefa em Brasília em busca de alinhamento político
Fetquim faz força-tarefa em Brasília em busca de alinhamento político

faceFetquim


Químicos expõem suas necessidades de proteção, segurança e condições de trabalho



Dirigentes químicos estiveram presentes na última quarta e quinta (5 e 6/06/19), em Brasília, para construir uma política de proteção aos empregos do ramo e um alinhamento político.


"Diante dos impactos do novo capital e das transformações sociais precisamos atualizar nossa articulação no Congresso Nacional", explica Airton Cano, coordenador político da FETQUIM.


O deputado Paulo Pimenta (PT-SP) recebeu os companheiros Airton Cano, Raimundo Suzart (Químicos do ABC) e Hélio Rodrigues (Químicos de SP e CNQ) e prometeu empenho total nos pleitos do ramo químico, que engloba trabalhadores e trabalhadoras químicos, farmacêuticos, cosméticos, tintas, plásticos, borracha, petroquímico, papel, vidro, fertilizantes e até de armas e cartuchos.


Além da proteção dos empregos diante das mudanças do novo mercado, a iniciativa tem como objetivo garantir que não sejam aprovados retrocessos nas normas de segurança, impedir a liberação de uso de substâncias químicas comprovadamente nocivas  e que já tiveram o uso proibido (como o amianto), o acompanhamento dos adoecimentos por benzeno e agrotóxicos, e garantir que as multinacionais não despejem seus venenos (já proibidos na Europa) em terras brasileiras.


O deputado  Alexandre Padilha (PT-SP) também manifestou seu apoio e comentou que a FETQUIM é um exemplo de futuro, de unidade sindical, por reunir sindicatos da CUT, Intersindical e CSP-Conlutas.


Para assistir um vídeo sobre o assunto clique no link aqui


Facebook WhatsApp